De uma urna a outra: vote nos candidatos pela Constituinte!

DEPOIS DO PLEBISCITO POPULAR, A LUTA CONTINUA!

Um fato histórico: cerca de 8 milhões1 de votos SIM no Plebiscito Popular da Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político, demonstraram a vontade de luta pela soberania nacional e popular.

Promovido por dezenas de milhares de ativistas voluntários, apoiados nas principais organizações de trabalhadores, da juventude, populares e democráticas, o Plebiscito Popular obteve uma enorme vitória, contra a reação, a mídia, até partidos alojados na coligação de Dilma, além de grupos esquerdistas míopes.

8 milhões continuam, em outro terreno, as manifestações de junho e julho de 2013, que trouxeram à tona o fato de que as atuais instituições são um obstáculo maior às reivindicações populares.

De fato, o PT chegou ao governo federal há 12 anos e, apesar das e conquistas obtidas por meio de muita luta, as principais reformas foram travadas pelo Congresso, pelo STF, pela pressão do poder econômico e da mídia.

É necessário e urgente mudar. É preciso avançar nas reformas agrária, urbana e tributária, reestatizar o que foi privatizado, desmilitarizar as polícias, e acabar a ditadura da dívida para destinar os recursos para os serviços públicos.

Mas essas reformas, como a própria reforma política, não serão feitas pelo atual Congresso. Só uma Constituinte Exclusiva e Soberana pode abrir uma via mais ampla para o atendimento das reivindicações populares.

A candidata Marina, que junta o Clube Militar e o Greenpeace, o banco Itaú e o PPL (ex-MR8), além de grande parte da mídia, conseguiu atrair parte do eleitorado indeciso com o discurso do “novo”. Mas o que propõe não é nada novo: é a terceirização do trabalho, a entrega do pré-sal, a independência do Banco Central e a retração dos bancos públicos. E ainda uma contra-reforma política esvaziando os partidos, com o voto distrital e eleições só de 5 em 5 anos.

O PT e Dilma estão certos em desmascará-la. Mas nossa campanha deve integrar a bandeira da Constituinte Exclusiva e Soberana, que passa longe da proposta de Marina de deixar a reforma política por conta do Congresso.

Os milhões que votaram SIM esperam agora que Dilma assuma plenamente sua responsabilidade como candidata do PT, que não hesite, que assuma o resultado do Plebiscito Popular e encabece a luta pela Constituinte!

Esta é a verdadeira nova política, a ferramenta para desmontar o engodo Marina e emparedar Aécio de vez!

Os candidatos apoiados pelo Diálogo e Ação Petista defendem a mobilização para defender o pré-sal 100% para a Petrobras, as verbas públicas só para educação e saúde públicas, o fim do superávit fiscal primário, o fim do fator previdenciário e a implantação da jornada de 40 horas semanais, sem redução de salários.

Engajados na luta pela Constituinte Soberana, dizemos que a vitória é possível!

Aos milhares que fizeram o Plebiscito conosco dizemos:

  • Vocês tem em quem votar em 5 de outubro! Juntem-se a nós campanha nos próximos dias!
  • Pela Constituinte: Vote Dilma e nos candidatos majoritários do PT no 1º e no 2º turnos!
  • Vote nos candidatos a deputado do PT engajados no Plebiscito Popular da Constituinte!

Dentre eles, desde o início, colocaram suas campanhas a serviço do Plebiscito Popular:

ALAGOAS: JADSON 13.632 – Estadual
BAHIA: EDENICE 13.513 – Estadual
CEARÁ: ANA MARIA 13.444 – Estadual
DISTRITO FEDERAL: MARCIUS 13.130 – Distrital
GOIÁS: HUMBERTO CLÍMACO 13.313 – Estadual
MINAS GERAIS: BETÃO 13.613 – Estadual
MATO GROSSO: ROBINSON CIREIA 1310 – Federal
PARAIBA: MARIAH MARQUES 13.013 – Estadual
SÃO PAULO: ADRIANO DIOGO 1368 Federal
MISA BOITO 13.031 – Estadual

SANTA CATARINA: MARIO 13.013 – Estadual
RIO GRANDE DO SUL: JULIO GARCIA 13.323 – Estadual
PARANÁ: ANDRÉ VIEIRA 1303 – Federal
PERNAMBUCO: FERNANDO FERRO 1313 Federal
e ALEX VALENÇA 13.333 – Estadual

RIO DE JANEIRO: CESÁRIO 1320 – Federal


  1. Totalização parcial até dia 18/9, com a participação pela internet, 1.744.872 votos em todo o país, com 96, 9% deles pelo “sim”.