Ato de 1º de Maio no Largo do Paissandu reúne ocupações, sindicatos e partidos em SP

O Ato de Primeiro de Maio no Centro da capital paulista teve início em frente à Prefeitura e foi marcado nos discursos das lideranças sindicais, políticas e de movimentos sociais pelo Fim do Governo Bolsonaro que se nega a combater o coronavírus, a fome e o desemprego da classe trabalhadora e do povo brasileiro e contra os governos Dória e Bruno Covas que abrem e fecham o setor de serviços sem as medidas necessárias.

Ler mais

Forças populares recomeçam a aparecer nas ruas no 1º de maio

Petistas, cutistas, militantes por moradia e jovens: as forças populares de volta às ruas de norte a sul do Brasil no 1º de maio . Entidades e organizações sindicais e populares estiveram em luta em defesa da vida, de emprego e de vacinação para todos, do auxílio emergencial de R$ 600 e pelo Fora Bolsonaro, entre outras reivindicações. A militância petista e das forças populares se mobilizaram mais uma vez para lutar por seus direitos, respeitando as regras sanitárias (uso de máscaras, álcool em gel , etc). O Diálogo e Ação Petista ocupou seu lugar nas mobilizações.

Ler mais
Close Bitnami banner
Bitnami