Carta aberta do compromisso do MST com a luta e o povo brasileiro

No último sábado (27), o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) completou 40 anos de fundação. Para celebrar as quatro décadas, foi organizado um Ato Político na Escola Nacional Florestan Fernandes, em Guararema, no interior de São Paulo, e contou com a presença de aproximadamente mil pessoas. O DAP esteve representado por Markus Sokol, da Executiva Nacional do PT e Júlio Turra, assessor da CUT, ambos do Comitê Nacional do DAP.

O ato foi marcado pelo repúdio à violência no campo e ao Movimento Invasão Zero, formado por ruralistas do país e que assassinou a pajé, Maria de Fatima Muniz de Andrade a Nega Pataxó, no interior da Bahia (leia aqui).

Houve também a apresentação da “Carta Compromisso do MST com a Luta e o Povo Brasileiro” a qual destacamos alguns trechos e reproduzimos abaixo.

(…) Celebramos e agradecemos a solidariedade que recebemos diante da tentativa fracassada da bancada ruralista e da extrema-direita em nos criminalizar com a abertura de uma CPI contra o MST, que também buscou intimidar o governo Lula.

(…)

Nos preocupamos que o primeiro ano do governo Lula terminou com o mesmo número de famílias acampadas do início do seu mandato. As possibilidades para resolver esse passivo são muitas, desde que haja determinação do governo em enfrentar a grilagem e a concentração agrária que historicamente marcou a estrutura fundiária brasileira.

Isso exige ainda um orçamento para o Ministério do Desenvolvimento Agrário e para o INCRA que seja capaz de retomar as políticas públicas para a reforma agrária em 2024, e que tenha condições reais de estruturar e fortalecer a organização daqueles e daquelas que produzem alimentos saudáveis, zelam da natureza e promovem justiça social.

A Reforma Agrária é uma ação estruturante e estratégica para combater diversas mazelas econômicas e sociais em nosso país, como a destruição da natureza, o desmatamento e o garimpo ilegal, a fome que assola a vida de milhões de pessoas, a concentração da renda e poder.

A íntegra pode ser lida em: https://mst.org.br/2024/01/27/mst-lanca-carta-compromisso-com-a-luta-e-o-povo-brasileiro-no-marco-de-seus-40-anos/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: