TCU determina que governo Bolsonaro utilize 3 milhões de testes de Covid estocados

O ministro do Tribunal de Contas da União, Benjamin Zymler determinou, em 12 de abril, que o Ministério da Saúde dê destinação imediata aos kits de diagnóstico de Covid fornecidos pela Organização Pan-Americana de Saúde e que vencem entre maio e junho de 2021. Essa é a segunda vez que uma grande quantidade de testes está prestes a vencer nos porões do governo federal.

De acordo com o TCU, são 30.404 kits de testes parados, cada um com cem testes cada. No despacho, Zymler dá 15 dias para que o ministério informe ao TCU as providências adotadas para cumprir a determinação. Até agora o Ministério da Saúde não se pronunciou.

O Brasil é um dos países que menos testa, proporcionalmente, em todo o mundo.
No mês passado, um levantamento feito pelo jornal O Estado de São Paulo com base nos dados da plataforma “Our World In Data”, de Oxford, demonstrou que entre os 10 países com mais casos de covid atualmente no mundo, o Brasil é o que menos testa.

Considerando todos os 110 países monitorados constantemente pela plataforma, o Brasil ocupa a 81ªposição, com apenas 78 testes por 100 mil habitantes. O País está atrás de nações como Cazaquistão (422 por mil), Belarus (548 por mil) e Iraque (181 por mil). Na América do Sul, o Brasil só fica à frente da Bolívia e do Equador no número de testes.

A testagem e o rastreio de casos é uma das estratégias fundamentais de combate ao coronavírus.

Publicado originalmente no site O Trabalho


Leia também:

Saúde faz acordo para trocar testes inválidos

user

Diálogo e Ação Petista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: