Veja alguns momentos do Encontro Nacional da DAP

Lula neles, com Constituinte!

Com mais de 90 delegados e 30 convidados e observadores, representando 15 estados, o Encontro Nacional Extraordinário do Diálogo e Ação Petista ocupa um lugar de grande importância na atual situação política.

Realizado algumas horas depois que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), de madrugada, impugnou a candidatura Lula e seus 54 milhões de intenção de votos, segundo pesquisas, o encontro reafirmou a vontade do povo brasileiro: é Lula até a vitória, para derrotar os golpistas e suas medidas, para avançar nas reformas populares com uma Constituinte Soberana.

Este foi o tom geral das falas, tanto dos integrantes da mesa quanto as do plenário, com uma conclusão unânime: nessas poucas semanas de campanha, devemos ocupar as ruas com Lula Presidente.

Resumimos aqui partes das falas mais importantes. Mas já adiantamos a conclusão do companheiro José Genoíno, ex-presidente nacional do PT que participou como convidado do encontro: “Como vamos tratar esse judiciário, esse aparato midiático? Só com a refundação da democracia, só com uma Assembleia Nacional Constituinte”.


endap set 18 mesa abertura

Mesa de abertura

Uma atividade sustentada pelos militantes

Toda a realização do encontro, do deslocamento das delegações, alimentação e produção de materiais, foi financiada através de arrecadação feita pelos grupos de base. Para pagar estes gastos contribuíram também os presentes ao encontro que foi totalmente autossustentado.
Para manter a sustentação financeira independente, o DAP produziu materiais da campanha Lula Presidente (bottons, faixas e camisetas). As delegações presentes compraram lotes para revenda em seus estados.


leg lendo carta de Lula

Greenhalgh lê a carta enviada por Lula ao Encontro

Luiz Eduardo Greenhalgh: o DAP na Reconstrução do PT

Abrindo o Encontro, Luiz Eduardo Greenhalgh, do Comitê Nacional do DAP, lembrou que há dois anos o PT tinha apenas 9% da preferência popular, no período de sua maior crise. E no ano passado, por ocasião do 7º Encontro Nacional do DAP (outubro) a preferência pelo PT era 19% e pesquisas mostram que hoje este índice subiu para 29%.
”O papel do DAP nessa recuperação do partido não pode ser subestimado, como ficou claro no 6º Congresso do PT e em muitos outros momentos. Hoje, o DAP é reconhecido nacionalmente”.
Greenhalgh é um dos dirigentes petistas em contato direto com Lula, visitando-o na Polícia Federal em Curitiba e foi o portador da carta de Lula saldando o Encontro por Ele.


sokol endap set18

Markus Sokol

Sokol: Apoio à Lula é Desafio às instituições

Markus Sokol, da Executiva Nacional do PT e do Comitê Nacional do DAP, fez uma análise da situação, abordando a crise, os ataques que continuam aos direitos dos trabalhadores e a resistência: “O apoio de 40% dos eleitores a um preso político é um desafio às instituições”.
Reconhecendo que há problemas no PT, Sokol salientou que o principal é a reafirmação da candidatura Lula e o programa com Constituinte. Lembrou que é a mesma luta que se trava na Venezuela, no México e outros países.
Sokol disse que o PT terá apenas dois materiais de campanha: “Mas é com isso que vamos fazer valer a vontade já demonstrada do povo trabalhador”.


julio miragaya-endap set18

Júlio Miragaya

Júlio Miragaya: eleição no DF está em aberto

O economista Júlio Miragaya, candidato do PT ao governado do Distrito Federal, disse que há um ano já estava claro que a economia não cresceria mais do que 1%, quando o mercado previa 3%. “Hoje, muitos trabalhadores não procuram emprego porque sabem que não vão conseguir. São os desalentados”.
Miragaya disse que as eleições no DF ainda estão indefinidas, o governador com alta rejeição e a direita fragmentada em seis candidaturas. O PT, apesar das dificuldades, conseguiu forjar uma grande unidade.
Ele relatou que Lula tem uma penetração excepcional nas massas populares e deve avançar para superar Bolsonaro em breve.


vicentinho endap set18

Vicentinho

Vicentinho: DAP, um farol para o PT

O deputado federal Vicentinho (SP), candidato à reeleição com apoio ao DAP, disse estar “carregado de esperança”. Mas ressalvou: “Não com esse Congresso que está aí”. Ele prometeu divulgar na Câmara dos Deputados as resoluções do Encontro, assim como já havia feito com as resoluções da Conferência Mundial Aberta contra a Guerra e a Exploração (Argel, dezembro 2017) da qual participou.

Vejo hoje o DAP como um farol para o PT. Essa prática de auto sustentação emociona”, disse, referindo-se à coleta que estava sendo feita para bancar os gastos com o encontro. E, de pronto, fez a sua contribuição.


Artigos originalmente publicados no edição nº 835 do Jornal O Trabalho de 6 de setembro de 2018.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s