Resistência no Maranhão: PT Autêntico apoia Flávio Dino (PCdoB)

Márcio Jardim: o PT resiste

Márcio Jardim: o PT resiste

Metade do PT do Maranhão não aceita a política da direção nacional de, mais uma vez, submeter o partido ao clã Sarney. Oficialmente, o candidato a governador apoiado pelo PT é Edson Lobão Filho (PMDB), filho do Lobão pai e fiel ao ex-presidente.

No entanto, a rejeição da base do partido a tal costura foi tão grande que a direção nacional se viu forçada, tal como em 2010, a tolerar que dirigentes, candidatos a deputado e inúmeros militantes, inclusive da corrente majoritária, apoiem a candidatura de Flávio Dino, do PCdoB.

É o caso de Márcio Jardim, que já foi dirigente da UNE e é uma liderança respeitada no PT. Candidato a deputado com o significativo número 1365 (13 de PT e 65 de PCdoB), ele e o grupo PT Autêntico fazem campanha aberta por Dino. Márcio Jardim espera que sua candidatura “possa aglutinar aqueles que não se renderam ao adesismo e à negação da política como instrumento de transformação social”.

Um texto do PT Autêntico resume assim a situação no Maranhão: “Nessas eleições o PT do Maranhão também se encontra diante de um dilema. Ou abaixa de vez a cabeça e desrespeita a sua própria história ou se soma a todas as forças políticas que querem um Estado democrático, querem a participação popular e lutam pelo fim de uma oligarquia que nos envergonha dentro e fora de nossas fronteiras”.