“Bolsonaro é genocida e age como ditador”

O Diretório Nacional do PT se reuniu virtualmente na última quinta-feira (18). Diante da escalada autoritária do bolsonarismo e do aumento da crise sanitária, o DNPT divulgou a nota abaixo, em que reafirma: “PT seguirá lutando contra todas as formas de autoritarismo, pelo fim da Lei da Segurança Nacional e pelo fim do governo do GENOCIDA Jair Bolsonaro“.

Bolsonaro é genocida e age como ditador

“Genocida: (substantivo masculino e feminino) Pessoa que ordena ou é responsável pelo extermínio de muitas pessoas em pouco tempo.”
(Dicionário Online de Português)

Esta é a única palavra para descrever um presidente da República que desdenhou da ciência e da medicina diante do estado de pandemia do novo coronavírus em que o planeta se encontra há um ano; que desdenhou da vida humana e da saúde da população.

Um presidente que sabotou o SUS, os governos estaduais e municipais e todas as medidas sanitárias, de isolamento social, de uso de máscaras, de testagem da população, de pesquisa, produção e aquisição de vacinas para enfrentar a pandemia. Que estimulou deliberadamente as aglomerações, a irresponsabilidade individual e coletiva, o uso, a produção e a distribuição pública de produtos reconhecidamente ineficazes, ao mesmo tempo em que negava socorro a populações que precisavam desesperadamente de oxigênio.

Genocida é a única palavra para definir alguém que deliberadamente provocou e continua provocando a morte de centenas de milhares de pessoas que tinha a obrigação de proteger.

Esta é a palavra que Jair Bolsonaro não quer ouvir e quer proibir que digam. Por isso, como sujeito autoritário que sempre foi, como candidato a ditador que é, vem estimulando ações policialescas contra seus opositores. Na data de hoje a PM do Distrito Federal prendeu e encaminhou à Polícia Federal cinco companheiros que, com uma faixa, chamaram Bolsonaro publicamente de GENOCIDA.

Mais uma vez foi utilizada a Lei de Segurança Nacional da Ditadura para coibir a liberdade de expressão e manifestação, para silenciar o povo e ameaçar a oposição.

As prisões desta quinta-feira inserem-se numa série de violências que atingem sindicalistas, lideranças populares, artistas, professores e militantes sociais.

Partido dos Trabalhadores está solidário com os companheiros presos de forma ilegal, injusta e totalmente antidemocrática.

PT seguirá lutando contra todas as formas de autoritarismo, pelo fim da Lei da Segurança Nacional e pelo fim do governo do GENOCIDA Jair Bolsonaro.

Brasil precisa de vacinaempregoauxílio emergencial, saúde e Justiça para todos.

O Brasil precisa colocar um fim ao genocídio e ao governo do GENOCIDA.

Brasília, 18 de março de 2021

DIRETÓRIO NACIONAL DO PARTIDO DOS TRABALHADORES

user

Diálogo e Ação Petista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: