Petistas organizam a luta em São Paulo

Cerca de 30 companheir@s de 15 diretórios entre zonais e municipais da capital e grande São Paulo, membros do Diálogo e Ação Petista, se reuniram na sede do Diretório Nacional do PT no último sábado, 10 de junho. Eles discutiram a evolução da conjuntura, o balanço do 6º Congresso do PT e as tarefas urgentes para barrar as contra-reformas (trabalhista e previdenciária) e derrotar definitivamente o golpismo com Fora Temer, Diretas Já, Lula Presidente com Constituinte.

Em primeiro lugar, a consideração geral foi do acerto da adoção destas bandeiras pelo Congresso do partido, que permitiu a formação da chapa do DAP com o CNB, conforme o a nota dos companheiros LEG, Misa e Sokol em nome do DAP, que serviu de base para a discussão na plenária.

Se discutiu também o fiasco nacional protagonizado pelo TSE na ocasião em
que resolveu preservar o usurpador Temer na Presidência. O voto 4 x 3 no
TSE, mostra que, não obstante, as classes dominantes estarem divididas,por ora predomina a manutenção de Temer no cargo para seguir a execução das contra-reformas.

De todo modo, a coalizão golpista não oferecerá nenhuma saída positiva para
aguda crise institucional em curso sendo que a única saída possível ao
golpismo, ao desemprego e a regressão das conquistas sociais e econômicas
das classes trabalhadoras é a que poderá resultar da ação concreta das massas
que, aliás, está em curso.

Por isso, os companheiros e as companheiras do DAP/SP orientam reuniões e a criação de núcleos do Diálogo e Ação Petista, a fim de que se somem às mobilizações do Fora Temer e da Greve Geral Contra as Reformas, em particular, mobilizando os DMs com base nas decisões do Congresso do PT. O calendário geral prevê paralisações, atos, manifestações e panfletagens no dia 20/06 e, no caso da capital paulista, ato na Praça da Sé as 17 horas. E a Greve Geral dia 30/06

Nesse processo, a orientação é para que esses núcleos do DAP impulsionem a criação dos Comitês de mobilização em torno das questões concretas, tais como, os Comitês de mobilização pelas Diretas Já, junto com a CUT e as centrais, os partidos e as e as frentes.

No particular da nova situação aberta no PT pós-Congresso, enquanto aguardamos a reunião do Comitê Nacional do DAP, todos companheiros e companheiras podem contatar os membros do DAP que entraram no Diretório Regional para discutir as orientações do DAP em geral.

Assinam
Misa Boito e André Rota Sena, membros do Diretório Estadual do PT/SP
e João Gomes Secretário de Mobilização da CUT/SP