Formado DAP na região de Irecê/BA

No último dia 22 de Abril de 2021, se constituiu o DAP da Região de Irecê na Bahia. A reunião aconteceu de forma virtual com a presença de
militantes dos municípios de Irecê, São Gabriel e Central. Estiveram presentes Paulo Riela – Comitê Estadual do DAP, Eumara
Santos – secretária Executiva da UFOB (Universidade Federal do Oeste da Bahia), Jucelito Oliveira – professor da Rede Municipal, Solange Maciel –
professora aposentada da Rede Estadual, Mônica Moreira – assistente Social da UFOB, Carla Maciel – estudante do Ensino Médio do Colégio Cometa e
Ricardo Ferreira – professor da Rede Estadual.

Após uma breve explanação do cenário educacional na região de Irecê e uma rodada de apresentação, iniciou-se a discussão sobre a defesa da
educação pública e gratuita, o cenário político após a recuperação dos direitos políticos de Lula e a luta pelo fim do governo genocida de Bolsonaro.

Paulo Riela argumentou que o papel central do PT dever ser lutar para derrubar o governo Bolsonaro, principal responsável pela fome e ataques aos
direitos e a soberania. O professor Ricardo Ferreira falou que era filiado, mas estava afastado por conta de certas alianças locais com a direita que entraram em conflito com a própria concepção de PT. O exemplo relembrou, em certa medida, a submissão do PT de Irecê ao prefeito do PSB. Eumara Santos disse que a posição de arrecadar alimentos não poderia se tornar uma espécie de assistencialismo, mas não se poderia condenar uma ação solidária, justamente no momento em que o povo sofre, pois existiam milhares pessoas passando por imensas dificuldades, inclusive estudantes universitários. Ela mesma concluiu que a posição do PT, enquanto partido político, deveria tomar uma linha de frente contra o governo genocida de Bolsonaro. Mônica Moreira disse que trabalhava com os estudantes mais carentes e que via de perto a situação de vulnerabilidade socioeconômica e a desconfiança que se tem em relação aos políticos. Solange Maciel disse que as ações solidárias de arrecadação de alimentos são feitas pelas instituições religiosas.

A reunião representou um importante momento político no qual os militantes de diversas origens colocavam-se a disposição para a luta, agindo
como o PT deveria agir. Cada presente se comprometeu a articular uma atividade do 1º maio na sua cidade usando o pirulito e panfleto do DAP.
Ao final do rico debate foi formado o grupo de base do DAP da região de Irecê com compromisso de contribuição do cafezinho mensal.

user

Diálogo e Ação Petista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: