Em Pernambuco: Marília Arraes Governadora!

mariali arraes c lula

Reproduzimos abaixo Manifesto do Diálogo e Ação Petista de Pernambuco, lançado no Ato público, ocorrido na cidade de Recife, que reuniu cerca de 1.500 petistas e simpatizantes, no último domingo, 20 de maio, em apoio à pré-candidatura da vereadora do PT na capital pernambucana, a companheira Marília Arraes.

No momento em que deserções e desistências encobertas pairam no partido, sua candidatura é um verdadeiro ponto de apoio e um alento para que os companheiros petistas de Pernambuco possam se agrupar, se organizar e continuar sua luta na defesa da candidatura do companheiro Lula e do PT, sem conciliar, fazer acordos ou ceder espaços políticos aos golpistas.

Manifesto do Diálogo e Ação Petista
Em Defesa da Candidatura Própria!
Em Apoio à Pré-Candidatura de Marília Arraes!

Companheiros e companheiras,
Durante o último PED, em 2017, o Diálogo e Ação Petista em PE (DAP-PE), juntamente com outros companheiros e companheiras nas chapas de unidade pela “Reconstrução do PT” aos Diretórios Municipais, na chapa única ao Diretório Estadual e na chapa única de delegados ao Congresso Estadual estivemos todos juntos, na medida em que a unidade na política teve por base uma tese única que, entre outras questões importantes, colocava no centro a defesa da candidatura própria do PT ao governo de Pernambuco em 2018.
Agora em 2018, diante das 3 pré-candidaturas que disputam legitimamente a indicação ao governo de PE, coerentemente com aquela base política sobre a qual foi construída a unidade partidária no Congresso Estadual, após avaliar os nomes colocados, decidimos declarar nosso apoio à pré-candidatura da companheira Marília Arraes, pelas razões que apresentamos abaixo:

  1. Seu compromisso incondicional com a defesa democracia e da candidatura de Lula a Presidente, para revogar todas as medidas do governo golpista de Temer e seus aliados, para avançar as reformas populares, o que exige a convocação de uma Constituinte, como corretamente falou o próprio Lula, no seu discurso histórico em São Bernardo do Campo (SP), no dia 7de abril.

  2. Sua caracterização do (des)governo de Paulo Câmara (PSB), que levou PE ao 2º lugar no ranking de desemprego entre todos os estados da federação, sua defesa da construção pelo PT de uma chapa majoritária, sem aliança com golpistas ou com aqueles que têm apoiado as medidas golpistas contra os trabalhadores e a soberania nacional; uma aliança que esteja comprometida com um novo rumo para PE, que tenha por base diretrizes programáticas, que a direção estadual do PT em PE deve elaborar e submeter ao Encontro Eleitoral, para a construção de um programa de governo.

  3. A amplitude da identificação da sua pré-candidatura na militância do PT que, para além de vislumbrar uma eventual passagem para o 2º turno nessas eleições (possibilidade real com nome de Marília, confirmada por todas as pesquisas, até o momento), enxerga na campanha de sua candidatura uma forma do partido reatar com os movimentos sociais e avançar no seu processo de sua reconstrução, propiciando assim melhores condições para a potencialização do engajamento da militância dos movimentos sociais na luta por “Lula Livre” e por “Lula Presidente”, num único movimento, como decidiu o DN-PT, na sua recente reunião em Curitiba, em 23.04.2018

Companheiros e companheiras,
O Diálogo e Ação Petista coloca, nesse momento crucial, no centro do seu combate a construção e a generalização dos “Comitês Populares Lula Livre” e a “Defesa da Candidatura de Lula”, como as tarefas centrais da hora diante da tentativa da interdição judicial do direito de Lula ser candidato e, no limite, da própria liquidação do PT.
E, o fazemos, em sintonia com a Resolução do DN-PT, aprovada, em 23.04.2017, com base nos seus pontos 8, 9 e 14, que transcrevemos abaixo:
“8) Deflagrar a pré-campanha Lula Presidente com ações de comunicação nas ruas, nas redes sociais e na imprensa, e com um calendário dos pré-lançamentos de sua candidatura Lula Presidente em todas os Estados do País;
9) Avançar no debate político-eleitoral nos estados, de forma a articular a pré-campanha de Lula com os lançamento das chapas estaduais, para governador, senadores, deputados estaduais e federais;).
14) Ampliar a formação de Comitês Populares Lula Livre por todo o país, para dialogar com o povo, desmontar a farsa jurídica e mobilizar para uma agenda de atos e debates, convidando os nossos candidatos e todos os que queiram se somar a nossa causa;”
Por todas as razões expostas anteriormente, propomos a todos e todas, companheiros companheiras petistas, para juntos nos dirigirmos a todos e todas, delegados e delegadas ao Encontro Eleitoral Estadual do PT-PE para que confirmem a orientação emanada do Congresso Estadual do PT, reafirmada pelo Diretório Estadual do PT-PE, de lançamento de candidatura própria ao governo de PE e resgatem assim a base política sobre a qual foi construída a unidade partidária no último Congresso Estadual do PT, amplamente majoritária na base militante do PT; e, em seguida, sufraguem o nome da companheira Marília Arraes, igualmente pelas razões já apresentadas, como a candidata do PT ao governo de PE.

Lula Livre! Lula Presidente!
Em Defesa da Candidatura Própria do PT em PE!
Em Apoio Pré-Candidatura de Marília Arraes!

 

Recife, 20 de Maio de 2018.
Saudações Petistas
Coordenação Estadual do Diálogo e Ação Petista em PE

Um comentário em “Em Pernambuco: Marília Arraes Governadora!

Gostou? Comente sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.