Diálogo Petista 52

 

HONRA À MEMÓRIA DO

COMPANHEIRO JOSE CÂNDIDO

"O PT, para planejar o futuro, precisa olhar para trás, honrar as bandeiras da sua fundação. Precisa honrar o nome que dá o sentido da sua atuação, honrar os ‘TRABALHADORES’ que tem no nome".

(José Cândido, deputado estadual, PT-SP)

Faleceu no último dia 12 de fevereiro, aos 70 anos, o companheiro José Cândido, deputado e membro da Coordenação Nacional do Diálogo Petista, vítima de complicações pós-operatórias.

Cândido, durante toda sua vida, esteve presente na luta dos trabalhadores. Militou nas Ligas Camponesas e foi um dos fundadores do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Oriente (SP), antes do golpe de 1964. Formado torneiro-mecânico no SENAI, integrou a Oposição Metalúrgica de São Paulo, participando ativamente das greves sob a Ditadura Militar. A partir de 1988, exerceu três mandatos de vereador pelo PT em Suzano (SP), no cinturão operário de SP. Foi deputado estadual e se reelegeu com 60 mil votos, em cujo mandato veio a falecer.

Militante da causa negra, participou da delegação brasileira ao Tribunal Internacional que julgou os responsáveis do desastre do furacão Katrina, em Nova Orleans (EUA), em 2006.

dp51_foto01

Ao  centro,  José  Cândido  dirige  ato  na  Assembleia
Legislativa  de  São  Paulo,  realizado  em  2008

Como presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Estado, apoiou a campanha pela retirada das tropas brasileiras do Haiti.

Sua preocupação com os rumos que o PT vem tomando era uma constante.

Na mesa do 3° Encontro do Diálogo, em abril passado, alertou que o "O PT está caminhando para o fisiologismo. É um desaforo deixar isso acontecer de braços cruzados! Graças a alguns rebeldes que não sabem dizer amém, o partido sobrevive em muitos lugares do país!". Durante a Coordenação Nacional do Diálogo Petista, em agosto, avaliou: "Tem muita gente incomodada em todas as correntes. Afinal, Lula foi o melhor presidente que já tivemos, mas isso não é o que o proletário espera. Depois disso, o PT não falta muito para virar outra coisa. Está parecendo o PMDB e o velho PTB. E o Congresso do PT não vai ser um progresso. Então, temos que encontrar um meio de trazer o pessoal para o Diálogo".

Com este espírito, Cândido assumiu o compromisso com as resoluções do 4° Encontro, de dezembro, entre elas a realização do Ciclo de Debates com Olívio Dutra, agora por ocasião do 32° aniversário do PT. Na contribuição de Olívio, publicada para este fim na nossa edição anterior, são retomadas muitas das questões levantadas por José Cândido, que já começam a repercutir entre militantes do PT de correntes diversas (abaixo) e a incidir na preparação dos Debates que vem aí em algumas capitais.

Para nós, a melhor maneira de homenagearmos a memória do companheiro José Cândido é dar continuidade à sua luta, encaminhando as resoluções do último Encontro Nacional.

Honra à memória de José Cândido!
Companheiro José Cândido, presente!

 
A Coordenação


"O PT NÃO PODE SE ACOMODAR" (DE OLÍVIO DUTRA)

Publicamos cartas de militantes sobre o texto de Olívio Dutra, divulgado na última edição.

"Precisamos rever ou construir"
Quero parabenizá-los pela brilhante explanação, realmente precisamos rever ou construir conceitos e princípios, pois infelizmente não fomos capazes de fazer muito diferente dos que nos antecederam.

A estrutura capitalista continua intacta, inviolável.

Aqui no meu município, Maracanaú, região metropolitana de Fortaleza, a situação é caótica. A maioria da direção tem cargos na prefeitura e não trabalham, só se locupletando com o dinheiro público.

O prefeito corrupto não respeita o movimento sindical, fazem do partido um balcão de negociata. É preciso divulgar esta nota, gostei muito e peço autorização para reproduzí-la.

Um abraço,

Vilaní de Souza Oliveira, professora e presidenta do Suprema, Sindicato dos Professores, Secretária de Formação da Fetamce

— *–

"O bicho tá pegando!"

Prezados Companheiros,
Acho que não é só no PT que as coisas estão desse jeito, não! Nos movimentos sociais, o bicho está pegando, com muitos inadimplentes junto aos governos federal e estaduais, relativos a convênios.

Eu pertenço a CNB e fui da articulação sindical na época em que Olívio Dutra e Fortunati eram do Sindicato dos Bancários em Porto Alegre.

Gostei das questões colocadas pelo Olívio e todos devemos respeitá-las, porque nelas estão os sonhos construídos numa longa vida de lutas do grande companheiro que ele é.

Nossa fome é de sonho!

Precisamos reencantar a militância, e o desafio é como conviver com a questão institucional. Porque é verdade que muita coisa da ação política tem se limitado a esta estratégia institucional, mas tem que ter trabalho de base, não basista, mas de base, perto do povo e organizando o povo.

Deveremos também repensar a formação. Um grande abraço.

São, Secretário do PT de Palmares-PE


Preparação de debates

Em Fortaleza (CE), a reunião do Diálogo Petista de 1° de fevereiro discutiu centralmente o problema da sucessão municipal, com a necessidade de uma plataforma que recupere os compromissos originais do partido, tendo, para isso, que se desvencilhar da aliança com o PSB local, controlado pelo grupo reacionário de Ciro Gomes.

Decidiu-se que a próxima reunião do DP discutirá o texto de Olívio Dutra "O PT não pode se acomodar", tendo em vista a organização do Ciclo de Debates com Olívio.

Em Salvador (BA), a reunião do DP, com militantes independentes, da Militância Socialista, Esquerda Popular Socialista e O Trabalh
o, discutiu, entre outras questões, a luta pelo cumprimento do Piso do Magistério pelo governador Jaques Wagner (PT). Foi adotada a proposta de construir uma atividade conjunta do Setorial Educação com a Oposição Cutista na APLB (sindicato de professores) para a greve nacional convocada pela CNTE, nos dias 14-16 de março. Também se encaminhou as iniciativas de Moção pela Readmissão dos Sindicalistas do Haiti e o abaixo-assinado pela Revogação da Lei das OSs.

Outra proposta foi promover um debate com Olívio Dutra, para o que já foi tirada comissão na própria reunião para discutir a preparação (data, financiamento, divulgação etc.), a partir das sugestões levantadas.

dp51_foto02

(Clique na foto para ir para a página)