DAP movimenta militância no Sul de Minas e na Zona da Mata

Em apenas dois dias o Diálogo e Ação Petista – DAP realizou três plenárias na Zona da Mata e no Sul de Minas. Os encontros aconteceram nas cidades de Bom Jardim de Minas e Andrelândia na sexta-feira (15)  e no sábado (16) em Juiz de Fora. No total,mais de 100 pessoas estiveram presentes nessas discussões e foram escolhidos seis delegados, dois de cada cidade, para o Encontro Estadual do DAP – EEDAP que acontece no dia 23 de fevereiro em Belo Horizonte.

            Quem compareceu a todos esses encontros foi o Deputado Estadual Betão, que também é militante do DAP e além de agradecer os votos que teve nas cidades e debater questões como a reforma da previdência e o crime ambiental cometido pela mineradora Vale em Brumadinho – MG.             Como foco principal, todas as reuniões falaram sobre a “reforma da previdência” proposta pelo governo Bolsonaro e da importância da luta por Lula Livre.

Bom Jardim de Minas é resistência

            Cerca de 20 pessoas compareceram à reunião do DAP em Bom Jardim de Minas e tiveram a oportunidade de debater a situação política atual e discutir ações práticas na reorganização do Partido dos Trabalhadores na cidade. Além de militantes filiados ao PT, a reunião contou com a presença de simpatizantes e quem estava disposto a conhecer um pouco mais sobre o partido.

            Um dos principais pontos abordados foi o fato do partido muitas vezes ser usado como legenda de aluguel na cidade, o que aumenta o afastamento da base e gera distorções sobre a compreensão geral sobre o que é o PT.

Por fim, os presentes elegeram os delegados designados a representar a cidade no EEDAP.           

Militância reunida em Bom Jardim de Minas

Andrelândia na luta

Assim como em Bom Jardim de Minas,a Câmara Municipal de Andrelândia recebeu a plenária do DAP na noite de sexta-feira (15) e mais de 30 pessoas compareceram a reunião. Com foco na liberdade de Lula e na defesa da previdência pública, a mesa formada por Odilon Martins, Gilson Lírio, Betão (Deputado Estadual) e Cida Hélcio (Vereadora – Arantina) levou trouxe discussões sobre a situação política atual do país e do estado. Além da mesa, a Juventude Revolução também estava representada por Kiko Halfeld, que falou sobre os impactos das mudanças pretendidas pela equipe de Bolsonaro para a juventude.

Militância em Andrelândia animada com o Encontro Estadual do DAP

Logo na abertura, Odilon fez um breve apanhado dos 39 anos de fundação do PT e da importância histórica que o partido tem para o conjunto da classe trabalhadora. Gilson Lírio apresentou o DAP e seu caráter de congregação entre as diferentes tendências do partido e do objetivo de retorno às bases abandonadas em outros tempos. Além disso, Gilson ressaltou a  importância de reuniões como aquela para a resistência frente ao cenário desafiador que temos logo à diante.

Era inevitável falar do crime cometido pela Vale que vitimou centenas de funcionários e terceirizados da empresa em Brumadinho, além dos danos irreversíveis ao meio ambiente. Betão apontou para a questão da privatização da mineradora, ocorrida ainda durante o governo FHC a preço de banana e lembrou da discussão sobre a reestatização da empresa para que ela passe a não só visar lucros, mas o desenvolvimento nacional e em benefício de todos os trabalhadores. Já a vereadora de Arantina reforçou a importância do PT para os municípios do interior e como em um momento de resistência é importante voltar às bases e discutir olho no olho com os militantes do partido quais serão os rumos que a legenda tomará nos próximos anos. E assim como na cidade vizinha, Andrelândia elegeu seus delegados para o Encontro Estadual do DAP.

Juiz de Fora quer Lula Livre!

Militância compareceu em grande número no Encontro Regional do DAP em Juiz de Fora

Após duas reuniões marcadas pela forte presença de público, o DAP regional organizou uma plenária regional em Juiz de Fora. O evento foi na sede do PT que ficou abarrotada de militantes do partido dispostos a fazer o “PT agir como ele agia”. Pelo menos 60 pessoas puderam acompanhar as discussões promovidas por Gilson Lírio (Coordenador Nacional do DAP), Betão (Deputado Estadual), Cida Oliveira (Dirigente do SINPRO) e Elis Carvalho (Dirigente Regional do MST – Zona da Mata).             A discussão seguiu o que já havia sido visto nas outras cidades da região, a defesa do previdencia solidária e por Lula Livre. A abertura ficou a cargo de Gilson Lírio que agradeceu a presença de diversas lideranças das cidades da região, tanto partidárias quanto sindicalistas e logo depois apresentou o DAP e o funcionamento do grupo.

Em sua fala Betão defendeu a reestização da Vale e falou sobre a absurda proposta da reforma da previdência apresentada pela equipe econômica de Bolsonaro, que obriga o trabalhador a contribuir por 40 anos e com idade mínima de 65 anos para mulheres 62 anos para mulheres, um verdadeiro crime contra a classe trabalhadora.

Elis dirigente do MST na Zona da Mata

           

Para a dirigente do MST a luta pela escola do campo é uma das pautas prioritárias, já que o atual governo pretende fiscalizar o conteúdo ensinado nas escolas instaladas em assentamentos. A medida visa intimidar o trabalho desenvolvido por professores que dão aulas para as crianças assentadas sob a justificativa de que nestas escolas o que se ensina são práticas de guerrilha e teorias marxistas.

Cida Oliveira, coordenadora do SINPRO JF

Já para coordenadora do SINPRO, Cida Oliveira, as organizações sindicais precisam estar nos centro das discussões para que haja uma conscientização maior da classe trabalhadora. Além disso, a sindicalista salientou a importância de reuniões como a realizada neste sábado para o crescimento e fortalecimento do PT e que é a partir da discussão sobre o partido é que conseguiremos organizar uma resistência frente ao cenário político estadual e nacional.

            Os militantes juizforanos também tiraram seus dois delegados e já se organizam para a ida à BH no próximo sábado.


LULA LIVRE


Gostou? Comente sua opinião

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: