Companheiro Zezinho do PT é assassinado em Jandira-SP

Na tarde de ontem, sexta-feira 28/10, o vereador Zezinho do PT foi assassinado em Jandira, cidade operária da Grande São Paulo. Zezinho tinha 51 anos e era um companheiro combativo dentro do partido, era conhecido na região por sua postura de luta na defesa dos trabalhadores. Ele foi dirigente da União Paulista dos Estudantes Secundaristas e da União Municipal de Estudantes de Jandira. Recentemente, o companheiro esteve na linha de frente da denúncia contra prefeito (Sato, PSDB) sobre o esquema de corrupção envolvendo as Organizações Sociais de Saúde no município e contra o crime organizado. Ele concorreu ao cargo de deputado federal este ano, porém não foi eleito. Mas seguia firme na campanha de Haddad para governador do estado. 

Crimes contra petista vêm se tornando corriqueiro, Zezinho é mais um que foi assassinado este ano por ser petista ou defender a candidatura de Lula. Os discursos de ódio de Bolsonaro dão o aval para que crimes políticos aconteçam e fiquem impunes. 

Não dá mais para vivermos assim, é preciso dar um basta! As mortes dos companheiros não podem ser encaradas como normais, é preciso tomar as ruas e exigir justiça. Não podemos esperar que tudo se resolva dia 30, mas eleger Lula presidente é o primeiro passo que não podemos contornar. Os bolsonaristas continuarão nos perseguindo e precisamos reagir e mostrar nossa força. 

Em defesa do PT e dos seus militantes, companheiro Zezinho, presente!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: