O que esperar de um Partido político?

Uma reflexão do companheiro Adilson Souza, presidente de DZ da capital paulista, sobre o que esperar do PT. “Com todo respeito ao PT e a nossa presidenta, mas acho que o PT chegou tarde nas ações de solidariedade. (…) Morreram nas últimas 24h 3.950 pessoas e nossa campanha nacional é por alimentos? Queremos viver, queremos vacinação em massa, testagem em massa, auxílio emergencial de R$ 600,00 até o fim da pandemia, e o que faz nosso partido?”. Leia o texto na íntegra.


O que esperar de um Partido político?

Adilson Souza
Adilson Souza

Com todo respeito ao PT e a nossa presidenta, mas acho que o PT chegou tarde nas ações de solidariedade. O povo está passando fome há muito tempo, o governo Bolsonaro se nega a alimentar nossa pátria, acaba com as medidas sociais, zera o imposto das armas e aumenta o da cesta básica. Oferece um auxílio vergonhoso de R$ 150,00 e jogo para o povo a responsabilidade de acabar com a fome.

O papel do governo é governar, enquanto ele flerta com as forças armadas e joga ao vento suas responsabilidades sociais. O povo se vira para quando não morrer pela falência do SUS, morre de fome, enquanto isso eles fingem que governam.

E o que esperar de um Partido Político? O P O S I Ç Ã O! Pedir o fim do governo Bolsonaro, fazer um chamamento nacional, denunciar este desgoverno que nega o auxílio de R$ 600,00 defendido pelo PT.

Em São Paulo

Em São Paulo tudo está fechado inclusive nosso Zonal. Acredito que se abrir agora é para denunciar mais uma vez o genocídio desenfreado da população pobre. Os hospitais de nossa região estão superlotados; os necrotérios lotados; filas nos cemitérios para enterrar – o Vila Nova Cachoeirinha fechado; vans escolares que antes carregavam alunos para escolas, hoje carregarão C A D Á V E R E S. Ontem morreram nas últimas 24h 3.950 pessoas e nossa campanha nacional é por alimentos?
Queremos viver, queremos vacinação em massa, testagem em massa, auxílio emergencial de R$ 600,00 até o fim da pandemia, e o que faz nosso partido? Se junta as campanhas da Globo, Record, Band que pede alimentos ao povo que morre de fome como se a responsabilidade fosse nossa. Tem outros caminhos de fazer esta campanha, nós do IRV, Rede Brasilândia Solidária, Amavb e outras, fazemos há mais de um ano campanha para ajudar o povo. Este papel de alimentar o povo é do governo; o dos Partidos é fazer oposição e continuar denunciado o desmonte em nosso país. Enquanto PT assume seu papel assistencialista, o desgoverno Bolsonaro continua sua política nefasta e higienista.

Adilson Sousa
Presidente Diretório Zonal do
PT Brasilândia/Freguesia do Ó (São Paulo)
Membro da Coordenação Estadual do DAP São Paulo

user

Diálogo e Ação Petista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *