Declaração do Acordo Internacional dos Trabalhadores e do Povos

acit

Às organizações, aos militantes, aos trabalhadores, que acompanham as atividades do Acordo Internacional dos Trabalhadores e dos Povos (AcIT)

Liberdade para Lula!

A brutal decisão do juiz Moro, juiz federal da 13ª circunscrição Penal de Curitiba (Estado do Paraná) ao ordenar a prisão antecipada do ex-presidente e candidato ao próximo eleições do mês de outubro, Luiz Inácio Lula da Silva, provocou indignação generalizada entre trabalhadores e em todos os setores populares do Brasil e no mundo.

Essa decisão, que representa uma autêntica negação da justiça, procura impedir por todos os meios que Lula possa ser candidato nas próximas eleições e convocar um

Assembleia Constituinte que questione as contrarreformas do governo golpista de Temer e responder às demandas dos trabalhadores e camponeses do país, defender a soberania nacional contra as multinacionais e o imperialismo.

O ACIT, que fez e continua fazendo campanha para que Lula tenha o direito de ser candidato, apela a todas as organizações e militantes a ele ligados para que multipliquem atividades pela libertação de Lula e para que ele possa se candidatar.

Já houve concentrações em todas as capitais latino-americanas, delegações às embaixadas do Brasil e dias internacionais de luta com o mesmo slogan.

Na Europa, em Lisboa, em Madri, em Paris, em Berlim, etc., ocorreram delegações e concentrações. No continente africano, houve tomadas de posição difundidas em diversos países (Camarões, Guiné francesa, Níger, etc.)

O Acordo Internacional dos Trabalhadores e do Povos faz parte desse movimento que se desenvolve em escala mundial e, claro, no próprio Brasil para a liberdade de Lula, contra as manobras do governo golpista e pela soberania e democracia para o povo brasileiro

Saudações fraternas

Os coordenadores do AcIT:

Luisa Hanune, Secretária Geral do Partido dos Trabalhadores da Argélia

Dominique Canut, em nome do Bureau Nacional do Partido do Operário Independente (POI) da França

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: