Preparando o Encontro Nacional do DAP

O Diálogo e Ação Petista e seus grupos de base vêm exercendo seu papel de ajudar na reconstrução do PT. Em vários estados, os grupos de base do DAP têm tido uma atuação importante, com participação ativa na caravana Lula pelo Nordeste, ou debatendo as contrarreformas dos golpistas, como em São Paulo; combatendo a presença do exército nas ruas do Rio de Janeiro e criticando a política de conciliação, como no Mato Grosso.

Afirmando as resoluções extremamente positivas do 6º Congresso do PT, o DAP caminha para seu Encontro Nacional, em 7 e 8 de outubro, em São Paulo. Como diz o texto de convocação do Encontro Nacional, “desde o término do 6º Congresso estamos realizando reuniões dos Grupos de Base do DAP para apresentar e debater as principais resoluções, nas quais vêm participando dirigentes e militantes do PT interessados (…) desembocando em propostas de ação na agenda da luta de classes”.

Espera-se a presença de cerca de 100 delegados eleitos pelos grupos de base, além dos convidados e observadores.

Leia sobre as primeiras iniciativas:

Paraná elege delegados

ctba-reunião dap

Militantes de Curitiba e Araucária estiveram presentes na reunião do Diálogo e Ação Petista realizada dia 29 de março. Entre eles, o secretário-geral do PT do Paraná e ex-deputado federal Ângelo Vanhoni, petroleiros, petroquímicos e professores.

Roberto Salomão, da Executiva estadual do PT e do Comitê Nacional do DAP, abriu a reunião, fazendo uma exposição das resoluções do 6º Con­gresso e do papel que o DAP teve no último período, concluindo com um informe sobre o encontro nacional.

Vanhoni disse que os programas sociais criados nos 13 anos de gover­nos do PT “criaram a ilusão de que as transformações viriam por aí. O baque foi muito grande, mas o PT está reagindo”. Milton Alves, ex-dirigente do PCdoB e há seis anos no PT, disse que é preciso uma perspectiva clara de luta para que o PT recupere a confiança de sua base social.

A reunião elegeu dois delegados de Curitiba e um de Araucária e propôs convidar Vanhoni e o sociólogo Vladimir França como observadores.

 Em debate a “reforma” trabalhista

 plen dap com leg r.trabalhista

Diálogo e Ação Petista realizou dia 24 de agosto um debate em São Paulo sobre a contrarreforma trabalhista do golpista Temer. Luiz Eduardo Greenhalgh, membro do Diretório Nacional do PT e do Comitê Nacional do DAP, fez a exposição inicial.

Greenhalgh explicou em detalhes como a reforma trabalhista, além de acabar com direitos dos trabalhado­res, cerceia a atuação dos sindicatos.

Mas a discussão girou mesmo foi em torno da grave situação política, com destaque para a questão da Constituinte. Greenhalgh destacou: “Não dá para pensar num governo Lula sem Constituinte, num governo Lula que não retome a reforma agrária, que não retome tudo o que foi tirado pelos golpistas”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s