Fortaleza discute balanço do 6º Congresso

IMG-20170608-WA0004

No último dia 8 de junho, 30 companheiros e companheiras compareceram a uma plenária convocada pelo Diálogo e Ação Petista.

A plenária tinha a função de realizar um primeiro balanço do 6° Congresso do PT, teve como base o comunicado do DAP de 5 de junho e como expositor o companheiro Julio Turra, presente em Fortaleza em função do Congresso Estadual Extraordinário da CUT.

A exposição de Julio desenvolveu o conteúdo do comunicado, destacando o reflexo da polarização social nas resoluções do Congresso. As resoluções, com efeito, na continuidade do curso iniciado nos Congressos estaduais, orientam o PT para as lutas, sob a bandeira das diretas com Lula presidente para convocar uma constituinte, definindo a recusa de um eventual colégio eleitoral, se posicionando na defesa de nossos presos e renovando a luta contra as reformas com o apoio à greve geral.

As intervenções ressaltaram a atualidade da luta pela constituinte em face inclusive da farsa judicial em curso no TSE, a tarefa de reestruturar o DAP no estado, retomando a organização na base e a responsabilidade de intervir no processo de formação de núcleos que ocorre neste momento em Fortaleza. Para a maioria dos oradores, as resoluções do Congresso armam a militância para estas tarefas.

Na ocasião foi prestada uma homenagem à companheira Benedita de Paula, a Bené, sindicalista dos servidores federais, petista e aderente do DAP, falecida naquele mesmo dia.