Bolsonarista assassina militante do PT em Foz do Iguaçu

Na noite de sábado (9) para domingo, em Foz do Iguaçu, o agente penitenciário Jorge Guaranho invadiu o local onde o guarda municipal Marcelo Arruda, militante do PT, comemorava seus 50 anos. Aos gritos de “aqui é Bolsonaro” e “mito”, Guaranho disparou dois tiros em Marcelo, que não resistiu e morreu.
O Ministério Público do Paraná informou que Guaranho teve sua prisão preventiva decretada pela justiça.
É mais um exemplo de que a que trilhas Bolsonaro conduz o país. Mesmo depois do assassinato, Bolsonaro declarou que a esquerda é que é violenta.
Lula e a presidente Gleisi divulgaram notas de repúdio. O PT do Paraná tirou nota de pesar. Mas é necessário ir além: justiça para Marcelo, punição imediata e rigorosa do criminoso e responsabilização política do “mito”.

Na foto acima, Marcelo Arruda. Ilustração de Cristiano Siqueira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: