Dia 23, ato nacional em repúdio ao assassinato de Bruno e Dom

O bárbaro assassinato do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Philips, no Vale do Javari, na Amazônia, chocou a opinião pública no Brasil e no mundo. Os servidores da Funai estão convocando um ato nacional de repúdio para a próxima quinta-feira, 23 de junho, a partir das 10 horas, em todas as unidades da Funai espalhadas pelo país. EM GREVE.

O manifesto de convocação do ato nacional, m defesa da Funai e de seus servidores, exige a imediata identificação e responsabilização dos culpados, o que inclui, evidentemente, os mandantes. Exige também a demarcação das terras indígenas, o repúdio ao marco temporal e a demissão do presidente da Funai, Xavier.

Nenhuma gota de sangue a mais! Com essas palavras, o manifesto exprime a indignação geral. Mas não podemos esquecer que este crime ocorre num contexto de ataque geral às terras indígenas, por parte de mineradoras, grandes empresas agropecuárias e do próprio governo. As declarações de Bolsonaro, praticamente responsabilizando as vítimas, são um retrato fiel.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami