Nas ruas, nas lutas, com Lula Presidente!

Publicamos uma nota sobre a situação política elaborada a partir de uma discussão na Secretaria do Comitê Nacional do Diálogo e Ação Petista. Convidamos a todos os grupos de base do DAP e os companheiros petistas que assim o entenderem a ajudar na divulgação desta nota junto aos grupos de base, nas listas, zaps, sites e blogs com a urgência e relevância que o tema merece.

LOGO DAP ANTIGO

Comunicado: Nas ruas, nas lutas, com Lula Presidente!

O governo golpista de Temer está levando o país ao caos, antes das eleições de outubro.

As condições de vida do povo se degradam e as instituições estão desmoralizadas, como se viu nos últimos dias.

A política privatista antinacional elevou a um nível insuportável os preços dos combustíveis – diesel, gasolina e o gás de cozinha da família trabalhadora. Esta política está alinhada à primeira medida dos golpistas no Congresso Nacional após o impeachment, golpear o marco regulatório do Pré-Sal, e se junta agora às ameaças de privatização da Petrobras. É o imperialismo dos EUA o indutor e o maior beneficiário desta política golpista.

Um movimento de caminhoneiros pela redução do diesel, por dez dias, quase parou o país. Heterogêneo, com autônomos, empresários e assalariados, buscava, contudo, uma reivindicação justa, e ganhou a simpatia popular contra o governo. Apesar de que o desabastecimento trazia sofrimento e intranqüilidade.

O odiado Temer tentou manter a política entreguista de Pedro Parente na Petrobras. Após simulacros de “acordo”, e de chamar o Exercito numa GLO (Garanti de Lei e Ordem) nacional, quase um “estado de sítio” respaldado pelo STF, Temer teve que fazer concessões, rapidamente aprovadas pelo Congresso. Algumas medidas são discutíveis, outras inaceitáveis – como a redução do PIS-Confins (seguridade) ou os cortes no SUS e outros gastos públicos. Não está claro como as medidas serão financiadas. O PT mostrou alternativas de financiamento como “o aumento da contribuição sobre lucros dos bancos e a reversão das isenções dadas no ano passado às multinacionais de petróleo”.

Mas Pedro Parente aumentou de novo a gasolina. O problema não está resolvido.

Assim, com razão, a FUP-CUT (Federação Única dos Petroleiros) convocou a paralisação de advertência de 72 horas pela redução dos preços dos combustíveis e também contra a privatização, em defesa da Petrobras, pela recuperação da produção e a demissão de Parente. Todas refinarias e outras instalações responderam ao chamado. Mas contra eles, os golpistas acionaram novamente a justiça (Tribunal Superior do Trabalho) que declarou ilegal a greve antes mesmo de começar, e impôs uma multa diária milionária e acionou a Polícia Federal na repressão aos sindicatos para “apurar crime de desobediência”. A FUP suspendeu a paralisação, um “recuo momentâneo para construir a greve por tempo indeterminado” que vinha preparando.

O DAP alerta os petistas para a gravidade do momento. E convoca os seus grupos de base a seguirem mobilizados nas ruas, como no último dia 27 nos atos de lançamentos da pré-candidatura de Lula pelo país afora, assim como estivemos nos atos nas capitais no dia 30, dia nacional de luta chamado pela FUP, CUT e as frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo.

Para nós, são coisas inseparáveis. Este é o lugar do PT e de seus candidatos, inclusive para desfazer a propaganda enganosa da “intervenção militar” e abrir o caminho da vitória popular.

Nosso lugar é na resistência à política destruidora e caótica dos golpistas que continuará gerando lutas, assim como na construção da única saída possível para o golpe neste momento, com os Comitês “Lula Livre, Lula Presidente”. Para abrir caminho ao candidato que injustamente preso há quase dois meses, lidera as pesquisas com 39% (VOX/CUT), apto a ganhar no primeiro turno, desafiando os tribunais das elites.

Nesse momento de falência e desmoralização do governo e das instituições, quando os candidatos adversários mostram sua irrelevância e covardia, quando os candidatos de esquerda deveriam perceber que Lula é a única real alternativa ao caos, nos dirigimos aos grupos de base para ampliar o diálogo com todo povo através dos Comitês, para desmascarar a farsa da perseguição jurídica e libertar Lula.

Com todos, discutiremos o programa que o PT apresentará, com a revogação das medidas golpistas e a reorganização do país numa Assembléia Constituinte, como estabeleceu a resolução do 6o Congresso do PT e lembrou Lula no último discurso em São Bernardo.

Orientamos, em particular, a todos grupos de base e comitês a responderem positivamente à convocação da Executiva Nacional do PT para reforçar o Ato Nacional de Lançamento de Lula a Presidência – dia 8, Contagem (BH), às 18 hs -, se fazendo presentes ou, onde não for possível, panfletar a boa nova, o Brasil tem conserto:

– Redução dos preços dos combustíveis!

– Fora Temer, Lula Presidente!

– De novo, com a força do povo!

São Paulo, 31 de maio de 2018, Secretaria do Comitê Nacional do Diálogo e Ação Petista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s