Frente à tentativa de assassinato de petista em Goiás

 

NOTA DE REPÚDIO

A Coordenação Nacional do Diálogo e Ação Petista, reunida no dia 14 de abril de 2018, tomou conhecimento, por meio dos companheiros do DAP de Goiás, que nosso companheiro Abrão Noleto foi vítima, na sexta-feira, 06 de abril, de uma tentativa de assassinato por um grupo de seis homens embriagados que comemoravam a prisão de Lula. Com facas nas mãos, eles atacaram covardemente o companheiro Abrão, que estava saindo do seu trabalho, na Feira Chocolate Com Pequi, onde vende Chopp Artesanal, e da qual é idealizador e o coordenador.

Os criminosos, que gritavam “Pega o petista, amigo da Dilma e do Lula”, chegaram a ferir o enteado de Abrão, que trabalhava numa banca próxima, e saiu em sua defesa, junto com outros feirantes.

A polícia foi acionada e dois dos agressores foram levados para a Delegacia de Flagrantes, enquanto os outros fugiram. Um dos agressores continuou fazendo ameaças de morte ao petista, enquanto gritava alto que sua família era amiga de uma família do alto escalão do judiciário de Goiás, afirmando que não iria ficar preso. Os demais fugiram sem serem identificados. Mas, os dois agressores, foram liberados antes mesmo dos dois agredidos.

O advogado Diogo Mota, militante petista, acompanhou Abrão e seu enteado na delegacia. Um abraço de solidariedade ao companheiro Abrão foi realizado no último dia 13 e registrado pelo jornal Diário da Manhã, pelo jornalista Helvécio Cardoso, que deve iniciar uma campanha contra a violência.

Abrão Noleto é de uma família de lutadores contra a ditadura, pela anistia, fundadores e construtores do PT.

O DAP manifesta, por meio de seu Comitê Nacional e de seus militantes de Goiás, seu mais profundo repúdio aos autores dessa tentativa de assassinato que, como ocorre em diversos estados do país, estão respaldados por suas relações com autoridades do judiciário ou da polícia.

Ao companheiro Abrão, nossa mais estimada solidariedade e a disposição de estar ao seu lado na luta pela punição dos agressores e na organização de sua defesa.

 

São Paulo, 14 de abril de 2018

 

Um comentário sobre “Frente à tentativa de assassinato de petista em Goiás

  1. A Direita parece só entender de violência. Idade da “pedra lascada, onde valia a lei do mais forte. Será que não perceberam que milhares de anos já se passaram, desde aqueles fundos da história humana? Eles não se classificam como portadores de Direitos Humanos, por isto tem ódio dos defensores dos direitos humanos.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s