“Cai a confiança da população nas instituições”

“Cai a confiança da população nas instituições”. Markus Sokol, do Comitê Nacional do DAP, comenta pesquisa Datafolha publicada em 24 de setembro, que mostra a queda da confiança da população nas instituições: Presidência, Congresso, Judiciário, forças armadas, partidos e mídia.


É o que diz o Datafolha em discreto artigo divulgado pela Folha de São Paulo, do qual reproduzimos trechos. Piorou a avaliação do presidente Jair Bolsonaro, mas também do Congresso Nacional, do Judiciário e do Ministério Público. 

Pesquisas valem por revelar tendências, não necessariamente uma dimensão exata, porque dependem do momento, da forma da pergunta etc. O PT e Lula,, que nas pesquisas lidera a preferência eleitoral presidencial, deveriam integrar essa questão.

O importante no caso é que todas as instituições- inclusive as Forças Armadas e a mídia- estão perdendo crédito se comparada com a pesquisa geral anterior do Datafolha, em julho de 2019. 

A avaliação do Congresso Nacional é comentada num artigo do mesmo dia da Folha de S. Paulo, que compara uma pesquisa de julho deste ano do Datafolha, quando o Congresso foi desaprovado por 38% , e agora é reprovado por 44%.

Isso depois do ápice da crise institucional em 7 de setembro, com as ameaças de Bolsonaro ao Judiciário e a inação do Senado e da Câmara. Bolsonaro pediu “desculpas” em que ninguém acredita. Ele se desgastou, segundo o Datafolha, com desaprovação recorde no mandato de 53% e desconfiança recorde de 50%. Mas o Congresso inerte, que vota medidas econômicas de Bolsonaro, também perde crédito. 

A pesquisa reforça o sentimento de que não há saída positiva para a crise do país nas atuais instituições, tal como estão não funcionam para o povo. Por isso, a luta pelo Fora Bolsonaro deve abrir a discussão sobre uma Assembleia Constituinte Soberana para refundar e reformar as instituições desacreditadas.

Markus Sokol


Datafolha: Cai confiança da população nas instituições e nos três Poderes (trechos)


Em meio à tensão política, ao choque entre Poderes e à longa crise sanitária, caiu a confiança do brasileiro em relação a diversas instituições do país, aponta o Datafolha.

Pesquisa do instituto feita dos dias 13 a 15 deste mês mostra que, em relação ao levantamento anterior, realizado em julho de 2019, subiu a desconfiança da população acerca do Executivo, Legislativo e Judiciário, além de outros atores institucionais, como o Ministério Público.

A Presidência da República foi a instituição com a maior piora: tinha a desconfiança de 31% dos entrevistados em 2019 e agora está com 50%.

O Datafolha, nessa rodada, ouviu presencialmente 3.667 pessoas em 190 municípios brasileiros. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

No ranking da confiança popular, novamente o primeiro lugar ficou com as Forças Armadas, com 76%. A desconfiança, porém, aumentou numericamente em relação a dois anos atrás, atingindo a taxa mais alta da série histórica iniciada em 2017. Eram 19% em 2019 e agora são 22%.

Entre os dez pesquisados pelo Datafolha, o pior resultado ficou com os partidos políticos, que sofrem a desconfiança de 61% dos entrevistados. A rejeição às agremiações era de 58% em 2019 e agora está em 61%.

A imprensa, alvo de críticas constantes do bolsonarismo, tinha a desconfiança de 30% há dois anos e agora está com 32%.

O Ministério Público, que costuma ser bem avaliado pela população, teve um revés nessa rodada do Datafolha. Disseram que não confiam na instituição 30%, ante 23% em 2019.

O Judiciário no quadro geral tem a desconfiança de 31% dos entrevistados.

Reportagem na íntegra

 

user

Diálogo e Ação Petista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto:
Close Bitnami banner
Bitnami