Diálogo Itinerante em Belo Horizonte

dialogo-itinerante-bh-mesa-de-abertura-1

Mesa de abertura (da esquerda para direita): Adriana Lara, vereadora de Vespasiano; André Quintão, deputado estadual; Betão, vereador de Juiz de Fora; Marcelo D’Agostini, membro do Diretório Estadual e do DAP; Pedro Patrus, vereador de Belo Horizonte; Conrado Baptista, vereador de Santos Dumont.

dialogo-itinerante-bh-mesa-de-debate

Mesa de Debate (da esquerda para direita): Carlos Magno, membro da Executiva da CUT-MG; Sumara Ribeiro, membro do Diretório Estadual e DAP; Markus Sokol, DNPT e coordenação nacional DAP

Moção

Defender e Reconstruir o PT

O golpe reacionário pró-imperialista do impeachment contra a presidente Dilma, legitimamente eleita, criou uma situação de emergência nacional para o povo brasileiro. O golpe expôs as contradições de 13 anos de governo que também contribuiu para levar a essa derrota, mergulhando o nosso partido em uma crise profunda. A própria existência do PT está em risco, mas nós, militantes reunidos no “Diálogo Itinerante” em Belo Horizonte, combatemos contra esse caminho e nos associamos à discussão no interior do partido por sua reconstrução.

A perseguição ao companheiro Lula, como antes a outras lideranças e dirigentes do PT, é parte de uma operação voltada para destruir o partido e as organizações dos trabalhadores e das trabalhadoras.

Num momento de crise e de fragilidade do nosso partido é fundamental a continuidade dessa discussão entre militantes petistas e nos dispomos a realizar reuniões do Diálogo Itinerante no maior número de cidades e regiões.

Desde já, companheiros e companheiras presentes se comprometem a realiza-la na região da Zona da Mata, Triângulo, Vale do Aço e na região metropolitana.

Belo Horizonte, 26 de novembro de 2016.

Presentes militantes das cidades: Belo Horizonte, Contagem, Nova Lima, Vespasiano, Juiz de Fora, Santos Dumont, Uberlândia e Uberaba