Diálogo e Ação Petista fará Encontro Nacional em março

O Comitê Nacional do Dálogo e Ação Petista reuniu-se em 22 de janeiro e decidiu convocar um Encontro Nacional do DAP para 19 e 20 de março, na sede nacional do PT, em São Paulo. O Encontro é imprescindível neste momento em que os trabalhadores aprofundam sua resistência contra a ofensiva imperialista, resistência que deixou sua marca nas manifestações de dezembro último.

A inscrição dos delegados dos estados ao E  ncontro deverá ser feita até 13de março. Os delegados devem ser eleitos em reuniões dos grupos de base e a contribuição do “cafezinho” é obrigatória.

O Encontro terá mesas para debater temas como Defesa do PT/Lava Jato, Encontro de Sindicalistas do PT, Conjuntura Política e Econômica, Defesa dos Empregos, entre outros. Para esses debates, o DAP convidará sindicalistas e dirigentes do PT e da CUT com os quais temos atuado nas últimas lutas.

O DAP editará até o final de fevereiro uma Tribuna Livre de debates, preparatória ao Encontro Nacional.

Abaixo, a convocatória do Encontro Nascional:

Encontro Nacional do “Diálogo e Ação Petista”

São Paulo, 19 e 20 de março, no auditório da sede nacional do Partido dos Trabalhadores

Companheiras e companheiros petistas,

Entramos neste ano de 2016 revigorados pela jornada de 16 de dezembro, concentrada na passeata de 100 mil em São Paulo, mas com manifestações em todo o Brasil, protagonizada pela CUT com uma participação desta vez mais importante do PT, além dos movimentos populares, de juventude e outras forças políticas.

Foram as mobilizações nas ruas que impediram, até o momento, o “impeachment” de Dilma e o comemorado afastamento de Levy do governo. Mas nada está resolvido, as ameaças (FIESP, mídia, PSDB, boa parte do PMDB) continuam, não se pode confiar no STF, no Senado, enfim, nesse sistema institucional apodrecido. Se Levy saiu, a política econômica que ele representava ainda não abandonou a cena, pelas declarações dadas pelo novo ministro Barbosa, apoiadas pela própria presidente, de colocar na pauta mais um ataque à Previdência, agora com a “idade mínima”, já rechaçado pelas centrais sindicais e pela maioria do povo (pesquisa da CUT).

Mas a situação neste começo de ano não é mais a mesma do ano passado. As condições se reúnem para a “virada”, para um novo curso para o governo. É possível resistir à ofensiva da reação e do imperialismo, que se dá em escala continental.

O DAP participou plenamente nas manifestações contra o golpe do impeachment, levantando “Quero a Dilma que elegi, Fora Cunha e o ajuste do Levy”, com eco nas ruas em todos os níveis.

É a continuação do esforço ao longo do ano “agindo como o PT agia”, ao lado de outras forças e setores, na luta em defesa do povo trabalhador, cujos direitos já atingidos, ficam ainda mais ameaçados por trás deste impeachment.

Devemos continuar questionando uma política econômica antipopular de ajuste fiscal, esclarecendo o papel sabotador do PMDB de Temer e Cunha. O PT, dissociado do senador Delcídio, um aproveitador, passou a ter mais condição de combater contra sua “extinção”, e lutar pela liberdade do tesoureiro Vaccari injustamente preso.

No bojo dessas lutas é natural que apareçam as questões urgentes que dão conteúdo social à democracia, como a ameaça do fechamento da Usiminas de Cubatão e Volta Redonda, com mais dezenas de milhares de demissões, devida aos mesmos interesses privados e multinacionais que provocaram o desastre de Mariana.

Companheiros e companheiras,

Considerando todos esses elementos, o Comitê do DAP considera oportuno convocar para 19 e 20 de março, em São Paulo, nosso Encontro Nacional. Uma reunião de delegados autofinanciados com mandato de reuniões prévias, onde a contribuição do “cafezinho” é critério obrigatório. Queremos ampliar a discussão com setores e militantes do PT que compartilhem nossas preocupações, publicando uma Tribuna de Debates com esse objetivo.

Desde já convidamos todos petistas interessados em conhecer nossa proposta a se associar ao Encontro do DAP, que estará baseado numa centena de Grupos de Base que temos o desafio de construir até lá. O prazo de inscrição para o evento é até o dia 13 de março. Uma pauta detalhada será enviada a todos os grupos do DAP oportunamente.

Agir como o PT agia!

Pela emancipação dos trabalhadores!